Boa noite, Amazônia - Rádio FM Onda Digital

DISQUE DENÚNCIA

92 98435-7108

30.3 C
Manaus
quarta-feira, 06/07/2022

DISQUE DENÚNCIA

- Publicidade -
Gráfica Xpress

Ex-ministro Milton Ribeiro tem habeas corpus negado pela Justiça

Ribeiro deverá continuar preso e passará por audiência de custódia à tarde: ele é investigado por suspeita de corrupção.

- Publicidade -

A defesa do ex-ministro da Educação Milton Ribeiro teve, nesta quinta dia 23, negado o seu pedido de habeas corpus pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região. Ribeiro foi preso ontem pela operação “Acesso Pago” da Polícia Federal sob suspeita de tráfico de influência e corrupção.

- Publicidade -
Rádio Web Falando de Contas

Em março, reportagem do jornal O Estado de S. Paulo divulgou gravação em áudio na qual Ribeiro afirmava que repassava verbas do MEC (Ministério da Educação) a prefeituras apontadas pelos pastores evangélicos Gilmar Santos e Arilton Moura, e que o fazia a pedido do presidente Jair Bolsonaro. A divulgação do áudio levou Ribeiro, alguns dias depois, a pedir exoneração do ministério.


Leia mais:

CPI do MEC: Oposição consegue as 27 assinaturas para instaurar investigação

Ex-ministro da Educação e pastores são presos em operação da PF contra “gabinete paralelo” no MEC


Além dele, Santos e Moura também foram presos pela PF ontem, junto com o advogado e ex-assessor do MEC Luciano de Freitas Musse e o ex-assessor da Prefeitura de Goiânia Helder Bartolomeu.

A defesa do ex-ministro também solicitou para que a prisão preventiva fosse revogada ou transformada em domiciliar, e acesso ao processo. Ribeiro deverá passar por uma audiência de custódia hoje, às 14h.

Via CNN Brasil.
Deixe seu comentário
- Publicidade -

Acompanhe nossas redes sociais

Ivanildo Pereira
Ivanildo Pereira
Repórter de política no Fiscaliza News Jornalista formado pela Faculdade Martha Falcão Wyden. Atua na área de comunicação há oito anos. Política, economia e artes são seus maiores interesses. Trabalha diariamente para levar notícias para o leitor no Fiscaliza News.